Noite de poesia no pioneiro 35

por Liliana Cardoso
Homenageados
crédito:

No dia 19 de abril, ocorreu no Pioneiro das tradições gaúchas-“35” CTG a tradicional noite da poesia que é sempre realizada na semana de aniversário do Pioneiro. Noite esta que ocorre desde seus primórdios de, primeiro em volta do fogo de chão, e nos últimos 6 anos com homenagens à declamadoras e declamadores em destaque no Rio Grande do Sul e Brasil. Este ano a organização incluiu a música trazendo a poesia através de tantas melodias em vozes que se destacam no cenário da musicalidade Sul-rio-grandense.

A patronagem do “35”CTG com todo seu suporte cultural possibilizou uma noite memorável sob a organização dos posteiros da declamação José Luiz Rodrigues dos Santos e eu, Liliana Cardoso Duarte. Onde o troféu trouxe como homenageado o patrão mais jovem da entidade o imortal poeta, historiador jornalista, tradicionalista Antonio Augusto Fagundes.

A patroa da entidade Gleycimari Borges Albrecht abriu a noite citando os fundadores do Pioneiro, o “Grupo dos Oito” na pessoa de Paixão Cortes que na noite anterior foi homenageado com os demais expoentes da cultura gaúcha ressaltou: “Que o Pioneiro sempre estará de portas abertas para receber a poesia e a música, sempre segundo o legado deixado pelos Pioneiros que fundaram o Movimento Tradicionalista Gaúcho”.

A seguir a viúva de Nico Fagundes, Ana Piaget Fagundes muito emocionada agradeceu e empoderou o legado deixado por ele, dizendo: “Que Nico Fagundes naquele momento estava e sempre estará ali como guardião de nossa cultura”.
Abrem-se as cortinas com a guitarra parceira de Renato Kruel amadrinhando com sua alma e excelência, a noite começa tomar forma de moldura sentimental através da poesia e música, trazendo bibliografias poéticas do RS através dos respectivos homenageados:
DECLAMADORES(AS): CLARA LISIANE FACCIO; JOSÉ ESTIVALET; CANDIDO BRASIL; LÉO RIBEIRO DE SOUZA; ROMEU WEBER; ARTUR DE MEDEIROS MARQUES
CANTORES E CANTORAS: WILLIAN VARELA; ISABELLY MONTINI; MARIA FERNANDA COSTA; KATELLYN GARCIA e JADER LEAL
FESTIVAIS DE POESIA DESTAQUE NO RS POR ANTIGUIDADE: BIVAQUE DA POESIA GAÚCHA (ANTONIO DORNELES) e SESMARIA DA POESIA GAÚCHA

Foi uma noite que terminou com uma janta bem campeira e uma baita cobertura da RBS TV onde foi vinculada no Bom dia Rio Grande e JORNAL DO ALMOÇO através do jornalista Giovani Grizotti, que por lá esteve prestigiando e dando o devido valor à arte poética e cultural do RS. Até o ano que vem! e encerro esta coluna dizendo que a patronagem do Pioneiro “35” CTG sinalizou para colocarmos no papel um festival de poesia.

Até breve e que botadaaaa!!!!

teste
TAGS: 35 CTG, declamação, Liliana,

  Veja também

interpretação na dança

A interpretação na dança!

“A interpretação da dança é da maior importância e validade, pois traduz as características de uma época… a expressão de vida de uma coletividade… o desenvolvimento socio-cultural de uma comunidade… enfim, o folk, que é o próprio sentir, agir e reagir natural do povo!” (João Carlos D´Ávila Paixão Côrtes) Depois de uns dias um pouco…

A harmonia na dança

Harmonia é o substantivo feminino com origem do idioma grego e que indica uma “concordância” ou “consonância” tanto a nível artístico como a nível social, tanto por história da palavra quanto por significado da mesma. Em resumo, harmonia é o resultado natural da verdade: É um conceito clássico que se relaciona às ideias de beleza,…

Arquivo Paixão Côrtes

Sapateios – Parte 2

“Que a dança é uma diversão e não uma obrigação. Quer dizer: é prazeroso, tanto para a dama, pra prenda, quanto pra o homem! (…) O que nós estamos vendo, naturalmente, agora, são espetáculos, são shows. São bonitos e alegres, mas não são tão autênticos…” (João Carlos D´Ávila Paixão Côrtes) Nos elementos da nossa dança,…

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Vertentes