Inscrições até dia 15 para a 36ª Coxilha

por ABC do Gaúcho
Angelo Franco no lançamento do festival
crédito:

Atenção compositores: enceram dia 15/6 as inscrições para a 36ª Coxilha Nativista, que será de 27 a 30 de julho, em Cruz Alta, paralelamente à 32ª Coxilha Piá. A Coxilha é o mais antigo festival nativista realizado no Estado ininterruptamente, e um dos mais disputados, assim como a Coxilha Piá, que já revelou talentos como Angelo Franco. Ângelo, aliás, fez o show no lançamento dessa edição, no último dia 6 (foto).

JURADOS: A 36ª Coxilha terá como jurados Gujo Teixeira, Pirisca Grecco, Juliano Gomes, Cesar Silveira e Miguel Tejera. Já a 32ª Coxilha Piá, terá como avaliadores Emerson Martins, Fernando Carvalho, Zé Renato Daudt, Paola Matos e Fernando Saccol.

*Foto: Prefeitura de Cruz Alta/Divulgação

REGULAMENTO – 36ª COXILHA NATIVISTA

Artigo 1º – Do Evento
I – A Coxilha Nativista de Cruz Alta, instituída através do Decreto nº 188/16, tem sua principal motivação no Folclore e na música Nativista do Rio Grande do Sul, com os seguintes objetivos:

a) Incentivar a criatividade poético-musical gaúcha, buscando sua integração à cultura Brasileira;

b) Evidenciar e promover junto à comunidade Cruz-altense o acesso à cultura do Rio Grande do Sul;

c) Favorecer a revelação de novos talentos e a divulgação de suas criações artísticas;

d) Promover o Município de Cruz Alta, bem como suas potencialidades socioeconômicas, culturais e histórico;

II – A 36ª edição da Coxilha Nativista de Cruz Alta realizar-se-á no período de 27 a 30 de Julho de 2016 no Ginásio Municipal e Parque Integrado de Exposições, com apresentações assim distribuídas:

• 27/07 (quarta-feira) – Fase Local da 36ª Coxilha Nativista;

• 28/07 (quinta-feira) – 32ª Coxilha Piá (Categoria Piá Taludo) e Fase Geral da 36ª Coxilha Nativista (1ªeliminatória);

• 29/07 (sexta-feira)– 32ª Coxilha Piá (Categoria Piá) e Fase Geral da 36ª Coxilha Nativista (2ª eliminatória);

• 30/07 (sábado) – Reapresentação das vencedoras da 32ª coxilha piá e Finalíssima da 36ª da Coxilha Nativista.

Artigo 2º – Da Comissão Julgadora
I – A Comissão Julgadora da 36ª Coxilha Nativista, Fase Local e Geral, será composta por 05 (cinco) personalidades reconhecidas no meio musical nativista:

• Gujo Teixeira (Lavras do Sul) – Poeta
• Pirisca Grecco (Uruguaiana) – Intérprete/Compositor
• Juliano Gomes (Livramento) Compositor/Melodista
• Cesar Silveira (Cruz Alta) Compositor/Intérprete
• Miguel Tejera (Rivera-Uruguai) Instrumentista/Arranjador

II – A Comissão Julgadora terá as seguintes atribuições:

e) Pré-selecionar, dentre as composições inscritas na Fase Local, as 10 (dez) que serão apresentadas na noite de 27/07/2016 (quarta-feira). Após a apresentação, selecionar as 04 (quatro) que concorrerão em igualdade de condições com as classificadas da Fase Geral, para a Finalíssima. As 10 (dez)composições participantes da Fase local, independentemente de terem sido selecionadas para a Finalíssima, estarão automaticamente incluídas no CD\DVD da 36ª Coxilha Nativista;

f) Pré-selecionar, dentre os trabalhos inscritos na Fase Geral, 20 (vinte) composições que serão apresentadas em duas eliminatórias:

• 1ª Eliminatória: 28/07/2016 (quinta-feira), 10 (dez) composições;
• 2ª Eliminatória: 29/07/2016(sexta-feira), 10 (dez) composições.

g) Dentre as 20 (vinte) composições apresentadas nas duas eliminatórias, selecionar as 10 (dez) melhores para a Finalíssima. Na Fase Geral apenas as 10 (dez)composições selecionadas para a Finalísima estarão automaticamente incluídas no CD\DVD da 36ª Coxilha Nativista;

h) Considerar, para fins de classificação das composições, durante as etapas de Seleção: Letra, Melodia, Arranjos, Desempenho e Interpretação;

i) Desclassificar trabalhos que não se atendam ao regulamento e, em conjunto com a Comissão Organizadora, desclassificar o(s) participante(s) que, por conduta reprovável, comprometa ou desprestigie o Festival.

Artigo 3º – Dos Participantes
I – É vedada a participação de autores, músicos e intérpretes com vínculo de parentesco consangüíneo, em relação a qualquer integrante da Comissão Julgadora. Igualmente, não poderão participar dessas fases os artistas contratados para realização de shows no evento.

Obs.: Os instrumentistas acompanhantes do artista principal contratado para realização de shows no evento, assim como os artistas que realizarem participações especiais poderão participar de músicas concorrentes do festival.

II – Na Fase Geral, é livre a participação de compositores, músicos e intérpretes de todo o Brasil, com exceção dos mencionados no inciso I deste Artigo;

III – Na Fase Local é livre a participação de todos os compositores, músicos e intérpretes, residentes em Cruz Alta/RS ou naturais deste município, com exceção dos mencionados no inciso I deste Artigo. Nesta Fase, não serão admitidas parcerias autorais (letra e música) com compositores não naturais e/ou não residentes em Cruz Alta.

IV – Na Fase Local, para cada composição, no que se refere à apresentação de palco, é facultada a participação de até 50% de integrantes não naturais e/ou não residentes em Cruz Alta, sejam eles instrumentistas ou intérpretes.

Obs.: Para fins de identificação autoral, a residência e/ou naturalidade será considerada conforme informações constantes na Ficha de Inscrição. A inverdade destas deverá ser objeto de denuncia formal à Comissão até o dia 28/07/2016 (quinta-feira) na ocasião em que serão divulgadas as composições classificadas para a final. Nesta situação, o denunciado deverá apresentar Comprovante de Residência ou Certidão de Nascimento, conforme o caso. À critério da Comissão, outras documentações e/ou informações relevantes poderão ser consideradas.

Artigo 4º – Das Composições
I – As composições deverão ser inéditas e estarem alinhadas à seguinte definição: “Canção regional, de inspiração rural ou folclórica, em suas múltiplas formas”.

a) Será considerada inédita, para fins de pré-seleção (triagem), a composição que:

• não possuir registro fonográfico (ISRC) até o momento da inscrição;
• não tiver sido explorada comercialmente (apresentada em Shows, utilizada em propagandas, veiculada em rádio, gravada em CD comercializado, etc.).

b) Será considerada inédita a composição que tenha participado de outro festival, desde que não tenha sido premiada ou gravada no CD do evento.

Artigo 5º – Das Inscrições
I – Cada autor poderá inscrever, sob seu CPF, até 02 (duas)composições, podendo, no entanto, ter outras composições de sua autoria inscritas, desde que sob o CPF de outro parceiro de autoria. No total, um mesmo autor não poderá exceder o limite de 04 (quatro) composições inscritas. Inscrições excedentes serão desconsideradas (contabilização por ordem de chegada).

II – Cada autor poderá ter até 02 (duas) composições pré-selecionadas em seu nome.

III – No caso da Fase Local, apenas 01 (uma) composição por autor poderá ser classificada para a Finalíssima.

IV – Após a triagem não será permitida alteração nominal dos autores das composições em nenhuma das fases.

V –A inscrição poderá ser feita de duas formas: meio físico (correios ou entrega em mãos à Comissão) ou digital (e-mail). São itens indispensáveis para a inscrição:

*Em meio físico
a) Ficha de inscrição, conforme Anexo A, impressa em folha A4, totalmente preenchida e assinada para cada composição;

b) Gravação da composição em CD (CompactDisc). Será aceita inscrição de 02 (duas) composições em um mesmo CD, desde que devidamente identificadas;

c) Seis (06) cópias da Letra, sem identificação dos autores.

*Em meio digital
a) Ficha de inscrição, conforme Anexo A, totalmente preenchida para cada composição, anexa ao email de inscrição em forma de arquivo digital com a extensão.DOC, identificado da seguinte forma: “Ficha-Nome da musica.doc”;

b) Gravação da composição em arquivo digital com a extensão. MP3 (tamanho máximo 5Mb), identificado da seguinte forma: “Nome da musica.mp3”;

c) Letra da composição, sem identificação dos autores, em arquivo digital com a extensão .DOC, identificado da seguinte forma: “Letra-Nome da musica.doc”;

Obs.: Para a etapa de pré-seleção (triagem) não é obrigatório que a composição seja plenamente arranjada, pois somente serão analisadas Letra e Melodia.

VI – As composições não poderão exceder 5 (cinco) minutos de duração, tanto na etapa de pré-seleção quanto na apresentação de palco, durante o Festival.

VII – Os trabalhos deverão ser remetidos até o dia 15 de junho de 2016:

• Em meio físico, por sedex ou carta registrada, observada a data de postagem, para o seguinte endereço: 36ª COXILHA NATIVISTA DE CRUZ ALTA – Secretaria Municipal de Cultura – Av. General Osório, 1415 – CEP 98005-150 – Cruz Alta / RS;

• Em meio digital, por e-mail, para culturaeturimoscruzalta@gmail.com

Obs. O material enviado em meio físico para a triagem da 36ª Coxilha Nativista de Cruz Alta (CDs e Letras) ficará à disposição dos interessados na Secretaria de Cultura, para retirada até 28/08/2016. Após, será descartado. Em nenhuma hipótese o material será enviado aos autores.

VIII – A inscrição automaticamente implicará em cessão dos direitos autorais, autorização para gravação e comercialização dos trabalhos gravados em mídias, reservados os direitos previstos em Lei, bem como edição e comercialização de partituras e utilização das imagens sem materiais de divulgação, sem ônus para o evento.

IX – O participante classificado na triagem, deverá entregar em mãos, ou enviar através de carta registrada ou Sedex, para a Secretaria Municipal de Cultura, as autorizações para gravação do(s) trabalho(s), assinada(s) pelo(s) autor(es), até o dia 15 de julho de 2016, impreterivelmente, observada a data de postagem, sob pena de desclassificação.

X – As inscrições que não atenderem rigorosamente ao disposto neste Artigo do Regulamento serão sumariamente desconsideradas do processo de Pré-seleção (triagem).

Artigo 6º – Da Interpretação
I – É livre a interpretação vocal e instrumental, bem como são livres os arranjos e a caracterização cênica e coreográfica dos trabalhos concorrentes, observando-se o mínimo de 03 (três) e o máximo de 10 (dez)integrantes em palco para cada composição;

II – Cada intérprete poderá subir ao palco para defender até 02 (duas) composições, sejam elas da Fase Local,Geral ou ambas.

III – Cada instrumentista poderá defender até 02 (duas) composições da Fase Geral mais 01 (uma) composição da Fase Local, sem exceder ao limite de 03 (três) apresentações de palco.

IV – Será facultado ao instrumentista participar de 03 (três) composições da Fase Local ou 02 (duas) composições da Fase Local mais 01 (uma) composição da Fase Geral, sem exceder ao limite de 03 (três) apresentações de palco.

V – Para as apresentações de palco, sugere-se o uso de indumentária típica do Rio Grande do Sul. O uso de vestuário contendo inscrições político-partidárias, logotipos empresariais e textos que sejam considerados inapropriados poderão resultar em desclassificação dos participantes, a critério da Comissão Organizadora/Executiva.

Artigo 7º – Da Ajuda de Custo
*Fase Local
I – Cada uma das 10 (dez) composições pré-selecionadas para a apresentação de 27/07/2016 (quarta-feira) receberá R$ 1.800,00 (Um mil e oitocentos reais), a título de Ajuda de Custo, a serem pagos após a apresentação;

II – Cada uma das 04 (quatro) composições selecionadas para a finalíssima receberá R$ 1.150,00 (Um mil cento e cinqüenta reais), a título de Direito de Gravação, a serem pagos após a reapresentação.

*Fase Geral
III – Cada uma das 10 (dez) composições pré-selecionadas para a apresentação de 28/07/2016 (quinta-feira) receberá R$ 2.800,00 (dois mil e oitocentos reais), a serem pagos após a apresentação;

IV – Cada uma das 10 (dez) composições pré-selecionadas para a apresentação de 29/07/2016 (sexta-feira) receberá R$ 2.300,00 (dois mil e trezentos reais), a serem pagos após a apresentação;

V – Cada uma das 10 (dez) composições selecionadas para a finalíssima receberá R$ 600,00 (seiscentos reais) a título de Direito de Gravação, a serem pagos após a reapresentação.

Obs.: Não será fornecida alimentação nem hospedagem aos participantes.

Artigo 8º – Do Credenciamento
I – O credenciamento dos concorrentes à Fase Local será realizado no decorrer do dia 27/07/2016 (quarta-feira), a partir das 13h30min.

II – Os concorrentes da Fase Geral poderão credenciar-se durante o período de duração do evento.

Obs.: O credenciamento será realizado no local de realização do Festival.

III – Serão credenciados, no máximo:

• 04 (quatro) profissionais por emissora de TV;
• 03 (três) profissionais por emissora de Rádio;
• 02 (dois) profissionais por Jornal/Revista;

IV – Serão credenciados todos os integrantes de comissões organizadoras de festivais,desde que devidamente documentados e com solicitação prévia;

V – Serão credenciados todos os músicos que se fizerem presentes ao evento como visitantes, desde que devidamente documentados;

VIII –Será credenciado até 01 (um) acompanhante por músico participante do festival, com acesso livre, respeitadas as posições em mesas previamente comercializadas.

Artigo 9º – Do ajuste do som
I – O ajuste do som dos concorrentes da 36ª COXILHA NATIVISTA será realizado em data e horários definidos pela Comissão, a serem informados aos participantes selecionados.

II – Em caso de não cumprimento dos horários, seja para o ajuste do som, seja para a chegada dos artistas aos bastidores do Festival (que terá início às 20h30min), será descontado 1/3 do valor referente à Ajuda de Custo e estes submeter-se-ão a defender sua obra musical sem os devidos ajustes, responsabilizando-se por eventual comprometimento da apresentação.

III – A gravação será realizada ao vivo, diretamente do palco da 36ª COXILHA NATIVISTA.

Artigo 10º – Da Premiação
I – Aos vencedores da 36ª COXILHA NATIVISTA serão atribuídos os seguintes prêmios:

• 1º Lugar: R$ 5.000,00 (cinco mil reais) e Troféu “ÉRICO VERÍSSIMO”
• 2º Lugar: R$ 3.000,00 (três mil reais) e Troféu “CAPITÃO RODRIGO”
• 3º Lugar: R$ 2.000,00 (dois mil reais) e Troféu “ANA TERRA”
• Música Mais Popular:R$ 1.000,00 (um mil reais) e Troféu “LENDA DA PANELINHA”
• Melhor Tema alusivo a Cruz Alta e sua história:R$ 500,00 (quinhentos reais) e Troféu: CINQUENTENÁRIO DE “O TEMPO E O VENTO”
• Melhor Intérprete: R$ 500,00 (quinhentos reais) e Troféu “MARCOS COSTA”
• Melhor Instrumentista: R$ 500,00 (quinhentos reais) e Troféu “RODRIGO FOGAÇA”
• Melhor Letra:R$ 500,00 (quinhentos reais) e Troféu “RUBENS DARIO SOARES”
• Melhor Arranjo: R$ 500,00 (quinhentos reais) e Troféu “EMERSON DA ROSA”
• Melhor Melodia: R$ 500,00 (quinhentos reais) e Troféu “MESTRE VIDAL”
• Melhor Conjunto Vocal: R$ 500,00 (quinhentos reais) e Troféu “MÁRIO MORAES”
• Melhor Indumentária: R$ 500,00 (quinhentos reais) e Troféu “ADAUTO MASTELA BASSO”
• 1º Lugar da Fase Local:R$ 500,00 (quinhentos reais) e Troféu “O CONTINENTE”
• 2º Lugar da Fase Local:R$ 300,00 (trezentos reais) e Troféu “INCIDENTE EM ANTARES”
• 3º Lugar da Fase Local:R$ 200,00 (duzentos reais) e Troféu “BIBIANA”.
• Será atribuído, ainda, o Troféu, DO HOMENAGEADO, à composição que melhor retratar o GAÚCHO e suas principais características.

II – A escolha da Música Mais Popular será realizada por voto entre os integrantes da imprensa cadastrados para cobertura do evento.

III – Aos vencedores (1º, 2º, 3º e Música Mais Popular) serão oferecidos 02 (dois) troféus: um para o(s) autor(es) da Letra e outro para o(s) autor(es) da Melodia, quando assim se entender necessário.

Parágrafo Único – De todos os valores apresentados neste regulamento serão deduzidos os descontos e encargos legais previstos em lei.

Artigo 11º – Dos Casos Omissos
Parágrafo Único – Os casos omissos referentes a este Regulamento serão devidamente analisados e deliberados conforme decisão soberana da Comissão Organizadora/Executiva da 36ª COXILHA NATIVISTA DE CRUZ ALTA.

//////////////////////////////////////

REGULAMENTO – 32ª COXILHA PIÁ

A 32ª COXILHA PIÁ será realizada nos dias 29/07/2016 e 30/07/2016 de julho de 2016 no palco da 36ª COXILHA NATIVISTA, em Cruz Alta a partir das 20h, com base no seguinte regulamento:

Art. 1º: Dos Objetivos:
I – A Prefeitura Municipal de Cruz Alta, através da Secretaria de Cultura e Comissão Executiva da 36ª Coxilha Nativista, juntamente com a Comissão Organizadora da 32ª Coxilha Piá, promovem este evento com os seguintes objetivos:

• Incentivar o jovem artista a participar dos eventos nativistas, permitindo a exteriorização, perante o público, de suas potencialidades, em termos de arte musical nativista;

• Buscar a preservação de nossos valores de origem, temas, ritmos, usos e costumes, manifestando-os no presente e projetando-o através dos tempos;

• Propiciar a nova experiência e o intercâmbio artístico-cultural entre os participantes comprometidos com sua época e com os valores que foram, são e hão de permanecer como característica que define o Rio Grande do Sul de hoje e sempre;

• Premiar os participantes no campo específico da INTERPRETAÇÃO VOCAL da música nativista, que melhor atenda aos propósitos da 32ª Coxilha Piá;

• Registrar ou não no CD e/ou DVD da 36ª COXILHA NATIVISTA, que será gravado ao vivo as interpretações vencedoras nas Categorias Piá, Piá Taludo, desde que as mesmas apresentem as devidas autorizações no prazo determinado.

Art. 2º: Das Condições de Inscrição e Participação
I – Poderão participar jovens de até 17 anos de idade, inclusive, desde que não completem 18 anos até a data de realização do Festival (30/07/2015).

II – O Concurso de INTERPRETAÇÃO VOCAL acontecerá em duas faixas de idade ou categoria:

• CATEGORIA PIÁ: até 13 anos de idade, inclusive.
• CATEGORIA PIÁ TALUDO: de 14 anos de idade até os 17 anos, inclusive.

III– O fator determinante da participação do intérprete na categoria é exclusivamente a IDADE, independente do seu nível anterior de qualificação, desde que pré-selecionado para o evento.

IV – Cada intérprete poderá inscrever-se com até 02 (duas) composições, sendo que poderá ser classificada apenas 01 (uma) entre elas;

V – Só serão aceitas inscrições de composições identificadas como gênero nativista do Rio Grande do Sul, podendo ser composição inédita ou de autoria própria inclusive;

VI – Só será considerada, para efeito de julgamento, a INTERPRETAÇÃO, do Intérprete principal, observando-se a premiação para instrumental e/ou indumentária também para o grupo de acompanhamento quando preencherem os requisitos do limite de idade.

VIII – As composições devidamente identificadas deverão ser enviadas em CD gravado em arquivo MP3 com a interpretação do concorrente, contendo: nome do intérprete, idade, categoria, cidade, música, autores da música e da letra, acompanhada de 06 (seis) cópias da letra, obedecendo fidelidade absoluta ao original, constando seus autores, bem como o evento da qual participou e registrou-se originalmente. No caso da composição ser inédita, este fato deverá ser mencionado na ficha de inscrição e também no CD, tal omissão poderá desclassificar o concorrente;

IX – A qualidade de gravação é sempre recomendável, pois é através dela que será feita a pré-seleção;

X – Deverá acompanhar ainda a Ficha de Inscrição anexa a este regulamento, devidamente preenchida, assinada pelo intérprete e seu responsável, com cópia da certidão de nascimento ou documento de identidade do intérprete, e cópia de documento de identidade do responsável;

XI – As vencedoras poderão ser gravadas em CD e DVD ao Vivo, em ambas as categorias, e, para tanto, a Ficha de Inscrição deverá ser acompanhada da “Autorização para Gravação”, assinada e registrada em cartório pelos autores da composição concorrente.

XII – As inscrições deverão ser encaminhadas a: “32ª Coxilha Piá” – Secretaria Municipal de Cultura, Rua General Osório, 1415 – CEP 98005-150 – Cruz Alta – RS, de maneira que estejam em mãos da Comissão Organizadora, até às 23h 59 mim do dia 15 de junho de 2016 (quarta), sob pena de não serem incluídas na pré-seleção;

Art. 3º – Da Apresentação e Seleção
I – Serão selecionadas até 10 (dez) composições na categoria Piá e até 10 (dez) na categoria Piá Taludo:

II – O intérprete e os instrumentistas, obrigatoriamente, deverão apresentar-se devidamente pilchados, isto é, com indumentária típica do Rio Grande do Sul.

III – Os instrumentistas que acompanharem o intérprete são de sua exclusiva escolha e responsabilidade, liberando-se o limite de idade;

IV – Independente do assessoramento instrumental e vocal que o concorrente possa ter em seu apoio, serão avaliados, EXCLUSIVAMENTE, os aspectos de INTERPRETAÇÃO VOCAL e a FIDELIDADE à letra e/ou à melodia original da concorrente;

V – O número total de componentes no palco não deverá ultrapassar 09 (nove) pessoas;

VI – Fica liberada a utilização de qualquer instrumento musical no acompanhamento, desde que não descaracterize o original em seus aspectos melódicos, poéticos e de arranjo.

VII – O julgamento das concorrentes, tanto em nível de pré-seleção, como nas finalistas será feito por 5 pessoas de reconhecida capacidade no meio musical nativista.

VIII – As interpretações selecionadas para a fase eliminatória do evento serão apresentadas nos dias 29 e 30 de julho de 2016, (quinta e sexta-feira), a partir das 20:00hs, no palco da 36ª COXILHA NATIVISTA de Cruz Alta, sendo a categoria Piá Taludo no dia 29/07 (quinta-feira) e a categoria Piá no dia 30/07 (sexta-feira).

IX – Os ensaios, equalização de instrumentos, passagem de som e o credenciamento, serão realizados no local do Evento, nas mesmas datas, das 9h às 12h. O concorrente que não obedecer ao horário determinado para equalização será desclassificado, sumariamente.

X – DA AJUDA DE CUSTOS: A cada uma das composições classificadas em ambas as categorias caberá a importância de R$ 500,00 (Quinhentos Reais).

Art. 4º – Premiação:
I – Os prêmios instituídos pela 31ª Coxilha Piá são:

CATEGORIA PIÁ
Melhor Intérprete: Troféu + R$ 600,00 (seiscentos reais)
2º lugar: Troféu + R$ 400,00 (quatrocentos reais)
3º lugar: Troféu + R$ 300,00 (trezentos reais)

CATEGORIA PIÁ TALUDO
Melhor Intérprete: Troféu + R$ 600,00 (seiscentos reais)
2º lugar: Troféu + R$ 400,00 (quatrocentos reais)
3º lugar: Troféu + R$ 300,00 (trezentos reais)
A título de incentivo ao surgimento de novos valores Artístico-Culturais estamos instituindo as seguintes premiações paralelas:

PREMIAÇÃO ÚNICA PARA AMBAS AS CATEGORIAS
• Melhor Indumentária: Troféu
• Melhor Intérprete Local: Troféu
• Revelação/Destaque Especial da Comissão Julgadora: Troféu

Parágrafo Único – As premiações paralelas serão atribuídas somente a participantes dentro das categorias de idade, podendo ser atribuídas ao grupo desde que todos os integrantes se incluam dentro dos limites de idade de cada categoria.

Art. 5º – Disposições Gerais
I – Os concorrentes, por se tratarem de menores de idade, deverão se fazer acompanhar por, no mínimo um dos pais ou responsável legal, eximindo-se os organizadores de qualquer responsabilidade;

Art. 6º – Das Disposições Finais
do mesmo. Entretanto, permanecem os direitos junto à gravadora.
I – Quaisquer dúvidas ou omissões deste regulamento serão resolvidos pela Comissão Organizadora da 32ª Coxilha Piá e Comissão Executiva da 36ª Coxilha Nativista.

Jurados:
Emerson Martins – São Vicente do Sul
Fernando Carvalho – Cruz Alta
Zé Renato Daudt – Porto Alegre
Paola Matos- Santa Maria
Fernando Saccol – Rosário do Sul

Contato:
SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA
Av. General Osório, 1415 – CEP 98005-150 – Cruz Alta/RS
Telefone: (55) 3322-6595
culturaeturismocruzalta@gmail.com

teste
TAGS: Coxilha Nativista, Festivais, inscrições,

  Veja também

Luiz Carlos Borges

Tem Luiz Carlos Borges In Concert dias 29 e 30 no Theatro São Pedro

Um dos ícones da música regional gaúcha, Luiz Carlos Borges subirá mais uma vez ao palco de luxo do Theatro São Pedro, em Porto Alegre, dessa vez em dose dupla. Dias 29 e 30 de abril, às 21 horas ele apresentará o espetáculo Luiz Carlos Borges In Concert, onde fará o lançamento do álbum DoseDupla….

Márcia Freitas fará show dia 26

CD e DVD da 30ª Moenda serão lançados dia 26 de abril

No dia 26 de abril será lançado o CD e o DVD da 30ª Moenda da Canção e 6ª Moenda Instrumental com show da patrulhense Márcia Freitas (uma das premiadas no festival) e convidados, no Estrada Velha Pub e Chopperia. Lembrando que as inscrições para a 31ª Moenda e 7ª Moenda Instrumental vão até 4…

Triagem Sapecada

Definidas as músicas da 25ª Sapecada da Canção

Já estão definidas as músicas que participarão da edição de bodas de prata da Sapecada da Canção Nativa, que ocorrerá dia 12 de junho, no Parque Conta Dinheiro, junto com a 29ª Festa Nacional do Pinhão. A triagem, aberta ao público, ocorreu no CTG Barbicacho Colorado, e foi realizada pelos jurados Rafael Machado, Gabriel Selvage,…

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Vertentes