Confirmada para agosto a 25ª Vigilia do Canto Gaúcho

por ABC do Gaúcho
24ª Vigília
crédito: Divulgação Vigília

Boa notícia: depois de impasse quanto á sua realização, a prefeitura de Cachoeira do Sul confirmou a realização da 25ª edição da Vigília do Canto Gaúcho, para o dia 27 de agosto, no CTG Os Gaudérios, em Cachoeira. As inscrições abrem dia 20 de junho e seguem até 22 de julho. Os shows serão do 2º Entrevero da Canção Estudantil e de Jean Kirschoff e Analise Severo e Grupo. A comissão julgadora será composta pelos compositores Sabani Felipe de Souza, Jean Kirschof e Mateus Neves da Fontoura, que nos encaminhou o regulamento, que disponibilizamos abaixo!

O FESTIVAL: A Vigília teve sua primeira edição em 1982. A última edição realizada foi em 2014 e teve como vencedora na Linha de Manifestação Riograndense a música “Com a lua nos olhos”, de João Rafael T. Chiappetta e Ezequiel da Rosa, interpretada por Marcelo Oliveira. Já na Linha Campeira a vencedora foi “Os Olhos do Colorado”, letra e música de Heleno Cardeal e Tuny Brum.

REGULAMENTO – 25ª VIGÍLIA DO CANTO GAÚCHO

Promoção e Realização
Prefeitura Municipal de Cachoeira do Sul
Secretaria Municipal de Indústria e Comércio- SMIC / Departamento de Eventos

APOIO
Secretarias Municipais
Associação Tradicionalista e Cultural de Cachoeira do Sul – ATC
C.T.G Os Gaudérios

I – Da Promoção, Etapas, Datas e Estilo Musical
Art.1º- A 25ª Vigília do Canto Gaúcho é uma promoção, realização e coordenação da Prefeitura Municipal, através da Secretaria Municipal de Indústria e Comércio -SMIC / Departamento de Eventos.
Art.2º- A Vigília do Canto Gaúcho é um festival de música nativista do Rio Grande do Sul e realizar-se-á contemplando duas linhas: Linha Campeira e Linha de Manifestação Rio-Grandense, nas abrangências Municipal e Estadual.
Parágrafo 1º- Na Linha Campeira, as composições deverão versar sobre os usos e costumes das lides do campo, representando as raízes da cultura gaúcha, na temática, letra, ritmo, arranjos, indumentária e instrumentos utilizados.
Parágrafo 2º- Na Linha de Manifestação Rio-Grandense as composições deverão primar por temas não-campeiros, sociais, urbanos, históricos, poéticos e sentimentais, desde que enquadrados dentro do conceito de Nativismo e respeitando o contexto de cultura gaúcha.
II – Dos objetivos
Art.3º- O Festival tem como objetivos:
1º) oportunizar a produção cultural, poética e musical, bem como o surgimento de novos talentos, fortalecendo a produção musical do RS;
2º) incentivar a pesquisa das origens gaúchas, resgatando aspectos da nossa história, cultura e tradição;
3º) divulgar os ritmos e temáticas sul-riograndenses, bem como o linguajar e os costumes do povo gaúcho;
4º) promover a integração entre artistas, poetas, músicos e intérpretes dedicados à música nativista do RS e o público cachoeirense e regional;
5º) incentivar, através de premiação e divulgação, as composições que revelarem maior identificação com os objetivos propostos;
6º) promover o turismo e projetar Cachoeira do Sul como polo cultural, educacional e econômico do RS.

III – Da Administração
Art.4º- A Coordenação Geral do Festival ficará a cargo da Secretaria Municipal de Indústria e Comércio- SMIC / Departamento de Eventos, que constituirá uma Comissão Organizadora, a qual competirá:
1º) regulamentar as questões referentes à infraestrutura, inscrições, credenciamentos, finanças, palco, hospedagem, alimentação e outras que se fizerem necessárias, constituindo, para isso, subcomissões para a execução dos trabalhos;
2º) definir a Comissão Julgadora;
3º) administrar os recursos que lhes forem disponibilizados.
4º) analisar e resolver os casos omissos;

IV – Das Abrangências, Linhas, Datas e Local
Art.5º- Os concorrentes poderão inscrever-se em duas (2) abrangências: MUNICIPAL e ESTADUAL; com duas linhas: CAMPEIRA E MANIFESTAÇÃO RIO-GRANDENSE.O Festival acontecerá no dia 27 de Agosto de 2016, com início as 20h30min, tendo como local o CTG Os Gaudérios, sito a rua Farroupilha nº 355, em Cachoeira do Sul.
Art.6º- Da Abrangência Municipal somente poderão participar composições, cujo autor ou autores da letra e da música sejam, obrigatoriamente, naturais ou domiciliados em Cachoeira do Sul, não sendo exigido o mesmo dos intérpretes e instrumentistas.
Parágrafo Único- A comprovação da naturalidade e/ou domicílio citada, deverá acompanhar a ficha de inscrição, admitindo-se reproduções xerográficas dos documentos.
Art.7º- Para a Abrangência Municipal, serão classificadas quatro (4) composições, entre as inscritas, sendo duas (2) da Linha Campeira e duas (2) da Linha de Manifestação Rio-Grandense, que subirão ao palco no dia 27 de agosto de 2016.
Art.8º- Para a Abrangência Estadual, serão classificadas oito ( 8) composições, entre as inscritas, sendo quatro (4) da Linha Campeira e quatro (4) da Linha de Manifestação Rio-grandense, que subirão ao palco no dia 27 de agosto de 2016.
Parágrafo Único: Será permitido, aos autores ( letra e música) classificarem apenas uma composição no festival.

V – Das Inscrições
Art.9º- As inscrições para o Festival estarão abertas de 20 de Junho a 22 de julho de 2016.
Art.10º- As composições devem obrigatoriamente ser inéditas. O não-ineditismo poderá ser denunciado, com provas, até as 18h do dia 27/08 , à Comissão Organizadora.
Parágrafo Único -As letras devem ser em Língua Portuguesa, sendo permitidas expressões em Língua Espanhola ou Guarany, desde que as mesmas tenham a devida tradução ao pé da página.
Art.11º- Cada composição deverá ser enviada gravada em CD, com quatro (4) cópias da letra, juntamente a ficha de inscrição, preenchida na íntegra e assinada em envelope lacrado para o seguinte endereço: Rua Júlio de Castilhos, 342- Centro, Cep. 96501-001- Cachoeira do Sul/RS- Vigília do Canto Gaúcho.
Paragrafo único- Na ficha de inscrição, obrigatoriamente, deverá constar a Abrangência e a Linha a que se refere a composição.
Paragrafo Único: A ficha de Inscrição deverá ser preenchida em todos os campos disponíveis. O não cumprimento acarretará na não classificação da música inscrita.
Art.12º- Nas cópias das letras das composições deverão constar apenas o título e o gênero musical.
Art.13º- Os compositores deverão mandar as composições gravadas em CDs, identificando a linhas a que se referem, especificando também, a ordem de gravação.
EM CASO DE MÚSICAS DE LINHAS DISTINTAS, ESTAS DEVERÃO SER ENVIADAS EM CDS SEPARADOS.
Parágrafo único- o descumprimento do estabelecido automaticamente desconsidera a inscrição.
Art.14º- O concorrente, após inscrever seu trabalho, não poderá mais divulgá-lo até o final do evento.

VI – Da triagem / Ajudas de Custo/ Passagem de Som
Art.15º- A triagem que classificará as doze (12) músicas concorrentes acontecerá dia 28 de Julho de 2016.
Art.16º- As doze (12) composições concorrentes receberão uma ajuda de custo de R$ 1.500,00 ( Hum mil e quinhentos reais)
Parágrafo Único – O Festival se compromete a pagar as ajudas de custo já deduzidos os impostos. A forma de pagamento das mesmas poderá ser em dinheiro ou cheque nominal.
Art.17º- A passagem do som acontecerá das 13h30min às 18h30min do dia 27/08/2016.
Art.18º- O horário e a ordem de apresentação das concorrentes será comunicado, por e-mail, ao responsável pela inscrição da música concorrente.
Parágrafo Único- `A Comissão organizadora é reservado o direito de descontar 20% da ajuda de custo das composições que excederem ao horário e outros 30% das composições que não estiverem presentes no momento da chamada para a apresentação em palco no festival.

VII – Da Participação
Art.19º- Os autores cedem os direitos de gravação, ressalvados os direitos autorais da 25ª Vigília do Canto Gaúcho, correspondentes a edição e/ou reedição do CD ou DVD do Festival.
Art.20º- É vetada a participação, como concorrente no Festival, dos membros da coordenação, comissões, bem como qualquer relação parental entre jurados e concorrentes. Sendo ainda vetada a participação de músico concorrente a quem realizar show ou integrar grupo responsável por espetáculo de intervalo no evento.

VIII – Da Competição
Art.21º- O número de concorrentes de cada grupo musical não poderá ser superior a sete (7) nem inferior a dois (2).
Art.22º- O mesmo músico instrumentista não poderá defender mais de duas (2) composições no Festival e ao intérprete, é permitido interpretar apenas uma (1) composição (solo) e participar em uma segunda em dueto ou vocal, desde que em Linhas diferentes, independente da Abrangência.
Art.23º- Na Linha Campeira é vetado o uso de bateria e instrumentos elétricos e eletrônicos, com exceção de contrabaixos, violão e captação para gaita, bem como instrumentos atípicos aos usados na música do RS. Na Linha de Manifestação Rio-grandense é vetado o uso de bateria.
Art.24º- Os músicos e intérpretes deverão apresentar-se, obrigatoriamente, pilchados com a indumentária típica do RS, não sendo permitido o uso incorreto e estilizado das mesmas. É vetado o uso de peças que contenham propaganda ou dizeres de cunho político, social, religioso ou esportivo, sob pena de desclassificação.

IX – Da Apresentação
Art.25º- A ordem de apresentação do Festival será definida por sorteio, pela Comissão Organizadora, e divulgada de forma individual e pelos meios de comunicação.
Art.26º- As doze (12)concorrentes serão apresentadas no palco do CTG Os Gaudérios, nº 355, em Cachoeira do Sul, a partir das 20h30min, no dia 27 de agosto de 2016.

X – Do Credenciamento, alimentação e hospedagem
Art.27º- O credenciamento, no dia 27/08, acontecerá a partir das 13h.
Art.28º- O Festival não oferecerá alimentação e hospedagem aos concorrentes e profissionais da comunicação
Art.29º- Somente os compositores, intérpretes e instrumentistas terão direito a credenciamento.
Art.30- Os profissionais da comunicação deverão encaminhar ofício à coordenação do Festival, solicitando credenciamento.

XI – Da Comissão Julgadora
Art.31º- A Comissão Julgadora será composta por três (3) integrantes que avaliarão ambas as linhas e abrangências do festival. Seus integrantes serão indicados pela Comissão Organizadora, num rol de reconhecidos autores, músicos e conhecedores da música e da poesia nativista gaúcha.
Art.32º- A Comissão Julgadora avaliará as composições atribuindo-lhes uma nota de sete (7) a dez (10). A somatória das três (3) notas definirá a premiação das composições, sendo a “Música Mais Popular”, escolhida através da manifestação do público presente.

XIII – Dos Shows
Art.33º- Durante a abertura do Festival ocorrerá um show por conta 3 destacados no “2º Entrevero da Canção Estudantil” e no intervalo com “ Jean Kirschoff e Analise Severo e Grupo”.

XIV – Da Premiação
Art.34º- Os prêmios instituídos para o Festival são:
– 1º lugar- troféu Cachoeira dos Arrozais – na Linha Campeira e Linha de Manifestação Rio-grandense;
– 2º lugar- troféu Cachoeira do Fandango – na Linha Campeira e Linha de Manifestação Rio-grandense;
– Melhor Poesia- troféu Rio Jacuí – Independentemente da Linha de participação.
– Melhor Melodia – Troféu “Meu Pago” – Independentemente da Linha de participação.
– Melhor Instrumentista- troféu Catedral Nossa Senhora da Conceição;
– Melhor Intérprete- troféu Ponte de Pedra;
– Música Mais Popular- troféu Charqueada do Paredão.

XIII – Das Disposições Gerais
Art.35º- Os casos omissos neste Regulamento serão resolvidos pela Comissão Organizadora.

Informações
Rua: Júlio de Castilhos, 342- 2º piso- Centro
CEP- 96501-000- Cachoeira do Sul- RS
Fones: (51) 37246012

teste
TAGS: Cachoeira do Sul, Festival, Vigília,

  Veja também

Luiz Carlos Borges

Tem Luiz Carlos Borges In Concert dias 29 e 30 no Theatro São Pedro

Um dos ícones da música regional gaúcha, Luiz Carlos Borges subirá mais uma vez ao palco de luxo do Theatro São Pedro, em Porto Alegre, dessa vez em dose dupla. Dias 29 e 30 de abril, às 21 horas ele apresentará o espetáculo Luiz Carlos Borges In Concert, onde fará o lançamento do álbum DoseDupla….

Márcia Freitas fará show dia 26

CD e DVD da 30ª Moenda serão lançados dia 26 de abril

No dia 26 de abril será lançado o CD e o DVD da 30ª Moenda da Canção e 6ª Moenda Instrumental com show da patrulhense Márcia Freitas (uma das premiadas no festival) e convidados, no Estrada Velha Pub e Chopperia. Lembrando que as inscrições para a 31ª Moenda e 7ª Moenda Instrumental vão até 4…

Triagem Sapecada

Definidas as músicas da 25ª Sapecada da Canção

Já estão definidas as músicas que participarão da edição de bodas de prata da Sapecada da Canção Nativa, que ocorrerá dia 12 de junho, no Parque Conta Dinheiro, junto com a 29ª Festa Nacional do Pinhão. A triagem, aberta ao público, ocorreu no CTG Barbicacho Colorado, e foi realizada pelos jurados Rafael Machado, Gabriel Selvage,…

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Vertentes