Paulo de Freitas Mendonça

Paulo de Freitas Mendonça

Paulo de Freitas Mendonça falará sobre a arte da pajada, poesia oral improvisada, pela América Latina. Pajador, poeta, jornalista, compositor, radialista, pesquisador do folclore, da poesia oral improvisada e da Décima Espinela. Diretor do Jornal do Nativismo, que tem 28 anos de atuação, possui 2 livros de poemas e participa de antologias no Brasil e exterior, e 5 discos de pajadas: Pajadas e Poesias – Pajadores Sem Fronteiras – Pajadores do Brasil – Pajadores de Três Pátrias – Tributo a Jayme Caetano Braun. Participa de diversos discos de artistas de renome do Brasil e do exterior e atua como pajador e palestrante no Brasil, Uruguai, Venezuela, Colômbia, Panamá, Argentina, Chile, Portugal e Espanha. Membro da Estância da Poesia Crioula, do Comitê Internacional da Poesia Oral Improvisada, da Casa do Poeta São-pedrense e da Associação de Trovadores Luiz Muller. É o único brasileiro a ganhar o Troféu “Condor de Fuego” da “Asociación Estampas y Memórias” - Argentina. Ganhou a medalha Jayme Caetano Braun da União Brasileira de Trovadores e a medalha Jayme Caetano Braun da Casa do Poeta Rio-grandense. Consagrado nacionalmente pela Comissão Gaúcha do Folclore e pela Comissão Nacional do Folclore, com o título de Amigo do folclore. Foi premiado em diversos festivais de música do Brasil. Tem atuado com improvisadores brasileiros, argentinos, uruguaios, chilenos, porto-riquenhos, mexicanos, galegos, espanhóis, cubanos, portuguêses, panamenhos, canários, venezuelanos, bascos, italianos, norte-americanos.

  Postagens de Paulo de Freitas Mendonça

thumb image

“Paya” Chilena é reconhecida como Patrimônio Imaterial do Mercosul

A exemplo do que aconteceu com a pajada (payada) no ano passado, a paya chilena recebeu no dia de hoje, 3 de maio, o reconhecimento como patrimônio cultural do Mercosul. A resolução foi proferida na XIII Reunião da Comissão de Patrimônio Cultural (CPC) do Mercosul, em Colônia do Sacramento, Uruguai. Atendendo ao anseio da Asociación…

 
thumb image

A obra primorosa de Cenair Maicá

Nesta terça-feira, 3 de maio, comemora-se a data de nascimento de Cenair Maicá, um dos mais importantes referentes da música rio-grandense. Cenair Maicá nasceu em Tucunduva no dia 3 de maio de 1947 e faleceu em Porto Alegre no 2 de janeiro de 1989. Seus restos mortais estão em Santo Ângelo, onde viveu grande parte…

 
thumb image

A Pajada em Assunção

A entrega do certificado da Pajada como Patrimônio Imaterial do Mercosul no 1º Festival Cultural do Mercosul inicia com uma pauta solene protagonizada pelos representantes dos ministérios do bloco, artistas dos países, homenagens e pronunciamentos. As atuações de bailarinos, músicos e cantores são aplaudidas com muito entusiasmo, o que é natural, dado ao reconhecimento e…

 
thumb image

O Reconhecimento da Pajada

O Reconhecimento da pajada como o primeiro patrimônio imaterial do Mercosul é uma campanha que dura cerca de sete anos de trabalho. É um anseio da classe dos improvisadores mundiais desde muito tempo, porém inicia com um trabalho de conscientização e de união, no Chile, em 2008, quando um grupo de improvisadores de diversos países…

 
thumb image

Começo Pelo Final

Atendo imediatamente ao convite da querida amiga Tânia Goulart para fazer parte de equipe de colunistas do seu site ABC do Gaúcho. Ela me sugere que escreva exclusivamente sobre poesia oral improvisada e ao mesmo tempo me solicita que seja didático. Isto para mim é um grande desafio porque circulo num grupo que conhece muito…

 
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.