Os símbolos oficiais do RS

Quero-quero

Além do Hino, da Bandeira e do Brasão de Armas, são símbolos do Rio Grande do Sul a Erva Mate, a flor Brinco de Princesa, a Marcela ou Macela, o Quero-quero, o cavalo Crioulo, o Chimarrão e o Churrasco.

Cavalo Crioulo: Ccavalo resistente ao frio, ao trabalho. É dito o cavalo mais inteligente e por isso o mais preferido tanto pelo peão como pelo patrão. Lei 11.826/2002.

Brinco-de-princesa: Flor símbolo do Rio Grande do Sul, encontrada na mata atlântica. Lei 38.400/1988.

Marcela ou macela: Planta Medicinal Símbolo do Rio Grande do Sul, a Achyrocline satureioides, da familia asteracea, conhecida como macela ou marcela e por eloyatei-caá, em Tupi Guarani. Lei nº 11.858, de 5 de dezembro de 2002, instituiu como

Quero-quero: A ave símbolo é considerada o Sentinela dos pampas, por estar sempre alerta, defendendo bravamente seu território e ninho. Emite um estridente grito a qualquer ameaça. Lei 7.418/1980.

Erva-mate: É da folha da erva-mate que se extraí o principal ingrediente para o chimarrão, marca registrada dos gaúchos. Lei: 7.439/1980.

Chimarrão: A maior característica do povo do Rio Grande do Sul é o gosto pelo chimarrão, feito da erva feita com as folhas da erva-mate, a árvore símbolo. Lei 11.929/2003.

Churrasco: Acredita-se que o churrasco começou a se popularizar no Rio Grande do Sul no século 17. Era feito em um buraco no chão e a carne temperada com cinza. Com o tempo novas técnicas foram aperfeiçoando o preparo do churrasco. Desde então o prato é um dos símbolos da culinária gauchesca. Lei 11.929/2003.

teste
TAGS: